Descubra as maravilhas culturais em representações artísticas espalhados pela cidade de Salvador

A Bahia é um estado rico em cultura e diversidade, com uma história extremamente importante para o nosso país. Com toda essa variedade, ela é palco de uma riqueza artística que se pode ver em qualquer canto da cidade, mas principalmente presente em seus grandes museus. São 86 museus públicos e particulares que a cidade apresenta com uma  multiplicidade de acervos e temas muito variados.

Aos que gostam de viajar e aproveitar os passeios culturais que uma cidade tem a oferecer - museus, salas de arte, teatros, entre outros - em uma cidade rica como Salvador não poderia ser diferente. 

Com tantos museus na cidade o Corredor da Vitória apresenta um Circuito Cultural diversificado, já que só em sua localidade ficam o Museu Geológico da Bahia, Museu de Arte da Bahia, Sala de Arte do Museu, Instituto Goethe Museu Carlos Costa Pinto e seu cinema. Se continuar a caminhada pelo corredor logo se encontra a Aliança Francesa e ao descer a ladeira e ir parar na Barra encontra-se lá o Museu Náutico da Bahia e o Espaço de Arte de Carybé  no Forte de São Diogo. 

São diversos quadros, esculturas e artefatos que compõem uma pequena parte da arte e da história da Bahia, mas todos eles têm em comum belas artes carregadas de muita cultura. O DIMUS/IPAC administra 11 desses museus baianos que apresentam dados de 315 mil visitantes por ano.

O MAM (Museu de Arte Moderna) e o MAB (Museu de Artes da Bahia) são os mais famosos museus de Salvador. O Museu de Arte da Bahia localizado no Corredor da Vitória foi criado em 1982 e é o museu mais antigo do Estado que em toda a sua grande estrutura traz consigo 13.686 peças de acervo, de 200 gravuras de Carybé (grande pintor baiano) artefatos, relíquias, coleções de porcelana, mobiliário, jóias, cristais, prataria, entre outros.

Já o Museu de Arte Moderna que fica localizado no Solar do Unhão tem uma das mais belas vistas da Bahia e possui 1200 peças de diversos lugares do mundo com pinturas de renomados artistas como os baianos Carybé, Sante Scaldaferri, Mário Cravo e grandes artistas como Tarsila do Amaral, Portinari e Di Cavalcanti, além de um teatro e uma biblioteca o MAM ainda oferece cursos de artes a toda a comunidade.

Outro lugar sensacional que não pode deixar de constar no seu circuito cultural pela cidade de Salvador é a Casa de Jorge Amado. Grande autor brasileiro, possui obras de muito sucesso como Tieta do Agreste, Gabriela Cravo e Canela e Capitães da Areia. Sua antiga casa localizada no bairro do Rio Vermelho tornou-se um museu sensacional com a história do casal - esposo da também escritora Zélia Gattai. Contando com cartas de grandes nomes de músicos, diplomatas, políticos, entre outros, em conjunto com um jardim cheio de histórias, o lugar permite uma imersão nas incríveis histórias de Jorge Amado e da sua vida pessoal. 

Há também a sala de arte Walter Silveira localizada no bairro dos Barris, frequentemente apresentam mostras de cinema de grandes cinegrafistas, assim como no andar superior a sala há exposições de artes e fotografias. Para acessar a sala, há um delicioso e aconchegante café sensacional para se ler um livro. 

Se conhecer culturalmente Salvador for um dos objetivos da sua viagem, não esqueça de acrescentar algumas dessas opções ao seu roteiro, será um passeio de grande aprendizagem e imersão cultural.